As cenas de Confissões de Adolescente que definiram uma geração Quando os adolescentes sobreviviam sem celular e com quase os mesmos problemas

As cenas de Confissões de Adolescente que definiram uma geração - Grunz
As cenas de Confissões de Adolescente que definiram uma geração - Grunz

Antes da Deborah Secco como a conhecemos hoje, antes do celular e da adolescência via Facebook, o seriado Confissões de Adolescente (de 1994 e 1996, mas com muitas reprises) participou da formação do caráter de muitos adultos de hoje (sim!).

1. O dia do primeiro beijo da Carol

Em 1994, Deborah Secco era uma menina de 15 anos (com cara de 12) que falava alto, gesticulava muito e usava boné pra trás. Nesse episódio, o primeiro da série!, sua personagem Carol dá o primeiro beijo durante uma brincadeira de Salada Mista no playground. Ah, memórias…

O episódio era sobre o drama da Natália (Danielle Valente), que ainda não tinha beijado aos 16 anos. Mas o que a gente lembra mesmo é do beijo da Carol, que durou “onze minutos e cinquenta e um segundos”. E ao som de Kid Abelha.

banco-beijo debora secco

2. O dia em que a Natália ficou doente porque perdeu a agenda

O diário, que  pra não queimar filme era chamado de “agenda”, é como o iPhone das meninas de agora: inseparável. Estava tudo lá, entre recortes de revistas, adesivos, embalagens, recadinhos no dia do aniversário e, claro, segredos.

A Natália, logo a mais dramática das irmãs, perde a agenda dentro do ônibus e fica até doente. Parecia exagero de adolescente, mas quem já teve uma agenda sabe que ela tinha toda a razão de perder a vontade de viver e querer passar o dia deitada na rede.

3. Quando elas deram um jeito no hóspede que não tomava banho

O Lacraia, quer dizer, o Rafael, chegou de Juiz de Fora para ficar um mês hospedado na casa das meninas, e aterrorizou a vida delas. Quem tinha irmão se sentiu vingada assistindo esse episódio, já que as irmãs sentiram como é ter um cara de 18 anos se espalhando pela casa.

Elas também conheceram a entidade “tênis velho” e tiveram que tomar medidas drásticas pelo bem de todos. A mensagem final do episódio na linha os brutos também amam foi legal, mas o que marcou mesmo foi o cheiro do tênis e o fato de que ele não tomava banho havia quatro dias.

banco-tenis velho

4. O dia em que a Bárbara não deu certo como vendedora de loja


Em busca do sonho de conhecer Nova York, Bárbara começa a trabalhar no shopping como vendedora de boutique. Mas ela acaba aprontando altas confusões no trabalho, já que sua super sinceridade não é muito aceita pelas clientes. Sem falar na falta de habilidade para fechar um zíper.

5. Aquela vez da amiga louca da Bárbara que tinha uma mãe “caretona”

Uma amiga da Bárbara “que morava em Paris” chega no Rio de Janeiro super transformada, no maior estilo Jovens Bruxas, e faz logo a irmã mais descolada se sentir super careta porque não topa fazer topless na praia!

Joana, a amiga, era gótica, mas com a cara tão pintada que parecia um membro do Teatro Mágico. E aí, querendo imitar a amiga no ápice da rebeldia, a Bárbara até coloca um piercing no nariz (!!!!!!!!). Mas, de repente, a mãe de Joana chega de Paris e… Bom.

6. Quando a Carol virou uma hacker maneiríssima

Lá pela segunda temporada, os hormônios da adolescência transformaram Carol e ela passou a ter o rosto da atriz Camila Capucci. Foi também a época em que ela ganhou um super computador moderníssimo, que tinha Windows e até gráficos coloridos. Dizem até que com ele era possível entrar numa tal “rede internacional de informações”. Carol se deu muito bem com a super máquina e fazia altos desenhos maneiros no Paint, mas o pai das meninas (Luis Gustavo) ainda achava o sistema DOS bem mais fácil.

7. A vez em que a Bárbara fica paranóica no motel

Em um super longo flashback, Bárbara se lembra de como foi sua primeira vez. Ela e o namorado chegaram à pé no motel (rs) e reservaram um quarto. Tudo ia muito bem, até que Bárbara começa a enxergar o pai em todos os cantos! Deitado na cama, escondido no canto e até saindo da piscina. Até que ela se lembra “daquele texto do Freud” que sua irmã Diana havia lhe contado.

8. O dia em que a Diana conta para o pai que está grávida

Paulo, o pai das meninas, sempre foi super bonzinho e compreensivo, e foi por isso que tanta gente se assustou com a reação dele ao ficar sabendo que Diana estava grávida. Além de ser um dos mais obscuros, este também foi um dos episódios mais polêmicos da série, e gerou discussões que duram até hoje (é só dar uma olhada nos comentários do Youtube).

9. E possivelmente o dia em que vamos ver Confissões de Adolescente no cinema

O filme do Confissões de Adolescente tem estreia prevista para janeiro de 2014 com as meninas do seriado original em participações especiais. A história foi adaptada para a geração de hoje, mas vamos torcer para ser tão bom quanto a série.

Posts relacionados:

No Facebook

Postado em 29/07/2013

Comentários

  1. Alynne escreveu:

    Faltou o episódio do “Branquinho”, o namoradinho da Natália

  2. Deko escreveu:

    E Principalmente o dia que a CAROL queria conhecer o EDGIL rockerasso dos anos 90 hahahahaha mas quem ganhou foi a NATÁLIA … EDGIL .. É DEMAIS !!

Comente

*